Header AD

Beyoncé dá voz à comunidade negra em “Formation” e é tudo o que precisamos ouvir


Quem está acompanhando os noticiários americanos nos últimos meses vem notado à intensificação da violência policial contra a comunidade negra, e o quanto isso vem a afetando drasticamente. Inúmeras vítimas tiveram sua vida interrompida, e outras guardam marcas desse ato tão desumano. É muito irônico ver um país com um presidente negro ainda apresentar o racismo como um dos desafios a ser combatido.

Porém, uma artista nos deu esperança para uma discussão pública aprofundada sobre esse assunto. Apesar de sempre ter sido engajada com a causa negra, Beyoncé nunca tinha falado abertamente como ela fez em Formation. E a música é por si só um grito de socorro de todos aqueles que já sofreram com conflitos raciais e um momento de autoafirmação da identidade negra. 

O que se vê na música e em seu videoclipe é uma sucessão de citações a fatos históricos norte-americanos. Há citação ao passado escravocrata dos estados do sul, a violência excessiva da polícia diante a comunidade, ao descaso do governo ao furacão Katrina, além de outros pequenos detalhes que só assistindo bem atento para reparar.

Talvez um dos maiores destaques fique com esse trecho da canção: “I like my baby heir with baby hair and afros / I like my negro nose with Jackson Five nostrils” (Eu gosto da minha pequena herdeira com cabelo de bebê e cabelos de afros / Eu gosto do meu nariz negro com narinas Jackson Five). Reafirmar a sua origem e a de sua filha além de dar voz a sua comunidade é uma atitude louvável diante o conservadorismo que domina as terras do Tio Sam que não reconhece o negro como figura importante na constituição da identidade nacional. E ainda levar essa discussão ao Super Bowl, homenageando os 50 anos do grupo Panteras Negras, além de ser tema de sua turnê demonstra quão politizada a cantora pode ser.



O boicote planejado pela polícia na abertura de sua digressão além da manifestação de figuras conservadoras mostra que o seu recado foi recebido. Que um dia a hipocrisia seja vencida e a discriminação racial e étnica deixe de fazer parte do cotidiano global.
Beyoncé dá voz à comunidade negra em “Formation” e é tudo o que precisamos ouvir Beyoncé dá voz à comunidade negra em “Formation” e é tudo o que precisamos ouvir Reviewed by João Walber on 2.3.16 Rating: 5

Nenhum comentário

Post AD