Header AD

Vinil da Vez | A dualidade e as diferentes facetas da Beyoncé no 'I Am... Sasha Fierce'



Todos podem dar sugestões, citar nomes, mas não há um álbum recente que tenha causado tanto impacto na cultura pop como o I Am... Sasha Fierce. O disco duplo, lançado pela Beyoncé em 2008, explora seus talentos de forma eficaz, atribuindo-os ao alter ego que dá nome ao material.

A produção incorpora os diferentes talentos e visão de mundo da cantora ao longo da vida. De princípio, tinha a vontade de incluir faixas mainstream, com influências do europop e electropop, ao mesmo tempo que buscava produzir canções mais lentas e com influências do R&B, reconquistando o público que a acompanhava desde o início da carreira. Vendo os rumos que o trabalho tomou e da dualidade de seu resultado, definiu-se que ele seria divido em dois discos, e ambos se uniriam para formá-lo.

O resultado do trabalho veio com o ótimo desempenho comercial, vendendo onze milhões de cópias mundialmente, somando a indicações as principais premiações da indústria musical, incluindo as dez indicações ao Grammy, levando seis estatuetas para casa, fora o título de álbum do ano. Além disso, o álbum ganhou uma turnê mundial, passando por diversos países e levando diferentes públicos a arenas e estádios.

Há várias faixas do material que merecem destaque. Seja pela atemporal Single Ladies eternizada pelo seu clipe e coreografia, a emoção e vocais impecáveis na interpretação da faixa "Halo", ou até mesmo o ar de diva pop na canção "Diva".



Não podemos esquecer da emocionante "If A Were A Boy" e a melodia R&B de "Ego"; todas, de alguma forma, marcaram o coração dos amantes da cultura pop e são constantes no repertório da artista.

Vinil da Vez | A dualidade e as diferentes facetas da Beyoncé no 'I Am... Sasha Fierce' Vinil da Vez | A dualidade e as diferentes facetas da Beyoncé no 'I Am... Sasha Fierce' Reviewed by João Walber on 19.12.15 Rating: 5

Nenhum comentário

Post AD