Header AD

Best of 2015 | Quando o amor vence o ódio

O mundo ficou em estado de alerta com os atentados a metrópole parisiense no último mês. A atitude, sob autoria dos radicais do Estado Islâmico, colocou em xeque a segurança global e seus desafios na manutenção da paz. Porém, a algo muito maior que pode superar todos esses desafios: o amor.

Não houve atitude mais bela do que a da jovem muçulmana que orou em praça pública às vítimas da barbaridade. A atitude demonstrada por ela deixa evidente a diferença de posicionamento entre diferentes grupos religiosos. Ela, como milhões de praticantes do islamismo e demais doutrinas (confira aqui), não concordam com o uso da religião para praticar mortes, e vêem que seu profeta pregava algo muito diferente do que é disseminado pelos grupos radicais.

Infelizmente, as mortes das vítimas são irreparáveis. Tanto no lado ocidental como no Oriente, milhares de inocentes perdem sua vida por uma guerra sem motivo, apenas pelo jogo de interesses. A brutalidade como ocorre tais assassinatos e torturas é notória, e algo precisa ser feito.

O caminho, porém, não é disseminando o ódio ou mais guerras, mas pela promoção do amor mútuo. Há vários casos que demostram que tal caminho além de ser saudável é transformador, tendo como exemplo a atuação de forças missionárias na África subsaariana e até mesmo de algumas ONGs criadas. Elas, por meio do diálogo, buscam trazer esperança e a garantia a alguns direitos básicos a grupos esquecidos pelo mundo, sendo eficazes no combate a fome nas comunidades instaladas naquele continente e da desnutrição infantil.

Porém, o foco maior no momento deveria ser dado ao combate de tais ideologias intolerantes e radicais que ameaçam a segurança e integridade mundial. Já dizia John Lennon em sua música Imagine, "Imagine o mundo sem guerras", mas será isso algo impossível? Ou um sonho ainda a lutar? Eu acredito que seja possível, mas cada um de nós é responsável por essa transformação, seja num ambiente familiar ou até mesmo nos círculos sociais. Por MAIS AMOR, e menos guerra.


Best of 2015 | Quando o amor vence o ódio Best of 2015 | Quando o amor vence o ódio Reviewed by João Walber on 5.12.15 Rating: 5

Nenhum comentário

Post AD