Header AD

Leitura de Cabeceira | Saga Jogos Vorazes


Olá leitores do TPJ com o lançamento do último filme da Saga Jogos Vorazes estreando no cinema o TPJ veio homenagear os livros dessa saga maravilhosa aqui no Leitura de Cabeceira.

The Hunger Games (Jogos Vorazesé um livro de aventura, ação, distópico e pós-apocalíptico para jovens e adultos escrito pela norte-americana Suzanne Collins. O primeiro de uma trilogia que leva seu nome, foi originalmente publicado nos Estados Unidos em 14 de setembro de 2008 pela editora Scholastic, e lançado no Brasil, respectivamente, em 20 de outubro de 2009 pela Editorial Presença e 29 de maio de 2010 pela Rocco.
Narrado em primeira pessoa, o livro acompanha Katniss Everdeen, uma garota de dezesseis anos que vive em um país distópico chamado Panem - localizado onde estaria os Estados Unidos da América. O país é dominado por uma metrópole tecnologicamente avançada chamada Capital, que realiza anualmente os Jogos Vorazes, para que as pessoas sempre se lembrem da revolta que aconteceu vários anos atrás. Os Jogos são um lembrete do poder da Capital: nesses Jogos, um garoto e uma garota, entre doze e dezoito anos, de cada um dos doze distritos do país são selecionados através de um sorteio chamado de "Colheita" para participar de uma batalha televisionada em uma arena na qual todos os tributos - como são chamados - devem lutar até a morte, onde apenas um sobreviverá e será o vitorioso.

Tema


O livro lida com questões como extrema pobreza, fome, opressão, os efeitos da guerra, entre outras. Ele mostra a luta pela auto-preservação com a qual o povo de Panem precisa lidar em seus distritos e nos Jogos Vorazes, competição da qual são obrigados a participar. A fome e a necessidade de recursos que o povo têm dentro e fora da arena criam uma atmosfera de desamparo que os personagens principais tentam superar em sua busca pela sobrevivência. As habilidades de Katniss com o arco e flecha - que acabam lhe sendo úteis nos Jogos Vorazes - derivam da sua necessidade de sustentar a família através da caça e também demonstram sua rejeição pelas regras altamente controladoras da Capital.
As escolhas feitas pelos personagens são moralmente discutíveis. Por exemplo, os tributos criam uma personalidade que querem que a audiência veja durante os Jogos. O livro explora pontos ambíguos relacionados a violência e aos efeitos dela nas pessoas: Haymitch torna-se um alcoólatra após vencer a 50ª edição dos Jogos Vorazes. O estilo semelhante ao personagem Big Brother presente no controle do governo também são demonstrados no livro através da maneira como a Capital obriga seus cidadãos a assistirem os Jogos e também do modo como agem os Pacificadores, a polícia de Panem.

Personagens


  • Katniss Everdeen é a protagonista da história. Ela tem dezesseis anos e vive na área mais pobre do Distrito 12, conhecida como Costura ou Jazigo, com sua mãe e sua irmã de doze anos, Primrose, apelidada de Prim. O seu pai morreu numa explosão nas minas e desde esse momento Katniss passou a sustentar e alimentar a família, visto que a sua mãe ficara com stress pós-traumático. Ela é descrita como tendo cabelos escuros, a pele cor de azeitona e os olhos cinzentos. Katniss e seu melhor amigo Gale caçam ilegalmente na floresta que circunda o Distrito 12 para sustentar suas famílias. Quando Prim é selecionada para os Jogos Vorazes, Katniss se voluntaria para ser o tributo feminino no lugar dela. Com isso, Katniss se aproxima de Peeta Mellark, o tributo masculino do Distrito 12, e Haymitch Abernathy, o mentor de ambos. Katniss começa a ter sentimentos indefinidos por Peeta e Gale.

  • Peeta Mellark é o tributo masculino do Distrito 12. Tem dezesseis anos, é filho de um padeiro e vive na parte média do seu distrito, é descrito como um dos poucos a ter alguma condição financeira naquele local. Tem cabelos loiros e olhos azuis, sendo muito forte. Peeta salva a vida de Katniss várias vezes durante os Jogos e revela que se interessa por ela desde a primeira vez que a viu, mas não tinha coragem de lhe contar. Na verdade ele nutre sentimentos românticos por ela e se declara, mas Katniss acha apenas que seu 'amor declarado' não passa de uma boa performance para ganhar patrocinadores nos jogos. É altamente persuasivo e bom com as palavras, como também um grande pintor.

  • Haymitch Abernathy é o mentor de Peeta Mellark e Katniss Everdeen, e o tributo vencedor da 50ª edição dos Jogos Vorazes. Por ser o único tributo vencedor do Distrito 12 ainda vivo, ele é obrigado a ser o único mentor dos garotos desse distrito. Assombrado por pesadelos, dorme com uma faca e está sempre bêbado. No começo, Haymitch não se preocupa em proteger Peeta e Katniss da desgraça que os espera nos Jogos por estar acostumado a lidar com tributos fracos que sempre acabam morrendo, mas depois que ambos provam sua força ele passa a orientá-los da melhor maneira possível.

  • Gale Hawthorne é o melhor amigo de Katniss. Ele tem dezoito anos. Ambos se encontraram na floresta, alguns anos antes do início dos acontecimentos do livro, ocasião em que se tornaram melhores amigos e parceiros de caça. A aparência de Gale é semelhante a de Katniss, algo comum nas pessoas que vivem em sua área. Gale tornou-se chefe da família Hawthorne depois que o pai morreu na mesma explosão que matou o pai de Katniss.

  • Effie Trinket é a companheira dos tributos do Distrito 12 (Peeta e Katniss) vindo diretamente da Capital. Effie usa roupas e penteados de cabelo muito extravagantes, como no dia da colheita que ela usa um traje formal roxo cabelos pintados de branco e uma enorme flor roxa nos cabelos. Effie se impota muito com: Roupa, educação, etiqueta e respeito. Ela passa muita maquiagem, mas pelo seu modo todo certinho de ser todos adoram ela.

Origem


Segundo Suzanne Collins, a ideia para The Hunger Games surgiu enquanto ela zapeava pelos canais na televisão. Em um canal, a autora observou pessoas competindo em um reality show e em outro viu cenas da Guerra no Iraque. As duas coisas "começaram a se confundir de um modo muito inquietante" e a ideia para o livro foi formada.

Distritos

Panem é formada por doze distritos, sendo o décimo terceiro aparentemente bombardeado e exterminado pela Capital. Cada distrito é responsável/obrigado a fornecer algo para a Capital, em troca a Capital "zela" pela segurança dos habitantes dos Distritos e fornece-lhes mantimentos básicos.

  • Distrito 1: Luxo. É formado por Carreiristas (pessoas que treinam em academias especializadas para os jogos,e, quando chegam aos dezoito anos se oferecem como voluntários) e também o distrito mais rico.
  • Distrito 2: Alvenaria e Armamentos. Mas também é responsável pelo treinamento de Pacificadores. Formado por Carreiristas é o distrito preferido da Capital.
  • Distrito 3: Tecnologia. Considerados um dos distritos mais rebeldes, atualmente fornece todo o material futurístico. Não é tão rico quanto os dois primeiros, mas também não é pobre.
  • Distrito 4: Pesca. É próximo ao mar e considerado um distrito rico. Também é Carreirista, mas nem todos treinam para isso.
  • Distrito 5: Energia: Fornece energia e eletricidade para todo o Panem. Considerado um distrito com uma boa renda, tão rico como o 4.
  • Distrito 6: Transporte. É o distrito mais populoso. É um distrito de médio-baixo rendimento. Os tributos deste distrito no terceiro quarteirão estavam ligados a drogas que os ajudavam a esquecer os traumas que os jogos causavam.
  • Distrito 7: Madeira. Fica responsável por todas as tarefas ligadas à madeira e os tributos têm a vantagem física e saber como usar o machado. É um distrito de médio-alto rendimento.
  • Distrito 8: Têxteis. As fábricas têxteis estão todas nesse distrito, considerado urbano e rebelde. É um distrito de médio-baixo rendimento.
  • Distrito 9: Distribuição Agrícola. É responsável pela distribuição das riquezas para todos os distritos e também organiza as tésseras (cereais e óleo doado a quem colocar o seu nome na ceifa mais vezes do que o obrigatório) para Panem, com muitas fábricas. É um distrito muito pobre.
  • Distrito 10: Pecuária. Toda a carne e gado passam pelo distrito 10, com muitas indústrias. Um dos distritos mais pobres.
  • Distrito 11: Agricultura. É responsável por toda a parte agrícola de Panem, tendo vastos campos e sendo um dos maiores distritos. Mas mesmo assim é extremamente pobre e faminto.
  • Distrito 12: Mineração. Repleto de minas de carvão e trabalhadores sujos. Sendo o último distrito e o mais pobre e miserável de Panem.
  • Distrito 13: Energia Nuclear. Foi responsável pela energia nuclear e produção de grafite antes da Guerra, depois disso foi bombardeado e demolido pela Capital.

Diferenças entre o Livro e o Filme



 No livro, Katniss ganha seu broche de ouro de Madge – e o presente tem todo um significado, pois o broche pertencia à tia de Madge, que morreu no mesmo Jogo em que Haymitch foi declarado vencedor. Já no filme, ela ganha o broche de uma senhora que parece ser Greasy Sae, que simplesmente o dá a Katniss em uma de suas passagens pelo Prego (o que jamais aconteceria, já que provavelmente custaria muito caro para alguém da Costura). Além disso, não fica claro que o broche é símbolo do Distrito 12 e uma afronta à Capital, o que é uma pena, porque a ideologia contida no símbolo é um dos pilares do livro.

- Haymitch, nos livros, vive bêbado, dá um soco na cara de Peeta e desaba do palco de tão ébrio que está no dia da cerimônia de escolha dos tributos. No filme ele virou um personagem mais simpático e muito mais sóbrio. Mostra-se mais de uma vez ele atuando em favor de seus tributos nos bastidores do que está acontecendo na Arena.

- O filme  não explica o que são tésseras e o motivo de alguns Tributos estarem inscritos tantas vezes na Colheita. Há os diálogos entre Gale e Katniss, que teme por si própria e pelas 42 tésseras de Gale, mas o conceito fica perdido. 

A Avox Ruiva. No livro, Katniss encontra um casal fugindo da Capital e não lhes presta ajuda. Eles são capturados, e depois ela reencontra a mulher como uma Avox – pessoas que cometerem algum crime contra a capital e têm a língua cortada. No filme essas cenas não aparecem.

 O momento em que Katniss está quase morrendo de sede, logo no início dos Jogos, é bem tenso no livro e, inclusive,Catnip questiona por que Haymitch não lhe envia água como uma dádiva. No filme, isso nem parece preocupá-la muito, e ela encontra água rapidinho.

 No filme, após a morte de Rue e do gesto de adeus de Katniss pras câmeras, têm início uma revolta (e muitos fãs acham que quem a iniciou foi o pai da Rue).  No livro não acontece nenhuma revolta – especialmente levando em conta que só vemos o que Katniss vê e sabe – e o distrito permite que o pão que seria mandado para Rue seja enviado para tributo do Distrito 12 após a morte desta.

No livro, a morte de Clove é brutal. Thresh simplesmente racha a cabeça da garota com uma pedra. No filme, a morte dela é resultado de quando o tributo do Distrito 11 a lança com força contra a parede da Cornucópia.

- O romantismo entre Katniss e Peeta no filme está muito aquém ao livro, e eles nem parecem tão ligados. Originalmente, há momentos bem mais íntimos e muitos mais beijos.

Quando Katniss está fugindo do ataque das bolas de fogo na arena (queima as mãos e panturrilha); Ao explodir a comida dos Tributos Carreiristas (quando fica surda de um ouvido até voltar para a Capital); Quanto Peeta estava quase morrendo (e passou vários dias na caverna com Katniss – primeiro pelo machucado dele, depois pela tempestade, depois porque Katniss adoeceu)... Enfim. Qualquer passagem do gênero é bem mais rápida – e bem menos sofrida – no filme. 

As mochilas que a Capital dispõe para cada Distrito na Cornucópia deveriam ter tamanhos diferentes. No livro, é assim que Katniss chega à conclusão de que a mochila de Cato deve ter comida, por exemplo. No filme, todas são iguais.

Peeta não perde a perna! Essa foi uma mudança drástica. Originalmente, o personagem perde o membro por causa do torniquete que Katniss faz para que ele pare de sangrar e não morra. Na Capital, ele ganha uma perna mecânica. No filme isso simplesmente não acontece.

Nos livros, Peeta descobre que todas as atitudes românticas de Katniss eram uma armação para atrair a simpatia do público e dos patrocinadores, e tem uma das pernas amputada. Seu final é amargo, e a fala “Uma última vez? Para o público?” fecha de maneira fenomenal o primeiro livro. Já no filme, suprimiram a amputação e o final dos dois foi mais ou menos feliz.

- Se no livro o Chefe dos Idealizadores dos Jogos Vorazes na 74ª edição tem uma rápida passagem, no filme Seneca é um capítulo a parte. Ele aparece durante todo o filme em interação com o Presidente Snow. Ajudando o espectador a entender o sistema nada bonzinho dos Jogos Vorazes e do Presidente Snow.
- Os bestantes são mais assustadores no livro. No filme, eles se parecem mais com cães gigantes. Passaram longe da descrição “lobos que podem andar sobre as duas patas traseiras e parecem fazer gestos para os outros do bando com as patas dianteiras”. Além disso, seus olhos não lembram os Tributos mortos e eles não têm coleiras com os números desses Tributos.
A morte de Cato é mais leve no filme. No livro, ele passa a noite toda sendo devorado aos poucos pelos Bestantes, já que sua armadura o protege (e nesse caso, se torna uma arma contra ele próprio), deixando as extremidades vulneráveis. No filme, a armadura não existe e, por conta disso, a morte dele acaba sendo muito mais rápida: assim que Cato cai da CornucópiaKatniss acerta uma flecha em seu coração.
Momentos com Venia, Octavia e Flavius, a equipe de preparação de Katniss. O grupo que prepara o visual de Katniss até aparece nos filmes, mas são quase figuração. No livro vemos bem mais deles, a cada novo preparo da garota para algum evento ou ralhando com ela porque ela não cuidou do cabelo enquanto estavam fora. Além de serem bons alívios cômicos, os três são a mais perfeita caracterização da população alienada e frívola da Capital. É o canal direto que temos com o que está sociedade, que se encontra em posição privilegiada de poder em relação aos Distritos. E, a despeito de toda a ignorância do trio, é difícil não gostar dele.
Plutarch Heavensbee mostra relógio com tordo na festa do Snow. Ao fim do livro e do filme, nós percebemos que Plutarch Heavensbee era um dos idealizadores da revolução dos Distritos, portanto, estava infiltrado na Capital como o organizador dos Jogos Vorazes e parceiro de papo do presidente Snow nas horas vagas. Mas logo no começo do livro, cena que não existe no filme, nós temos um forte indício de que ele está do lado de Katniss. Quando é apresentado à garota, ele mostra a ela o seu relógio que rapidamente mostra o fundo de um tordo. Se exibir o símbolo dela já não gritava que ele estava ao seu lado, não sei o que mais ele podia fazer. Mas a nossa querida Katniss, claro, não percebeu nada. O relógio também poderia dar uma ótima dica sobre o que a esperava na arena dos Jogos Vorazes, como ela imaginou depois.

As fugitivas do Distrito 8, Twill e Bonnie. Katniss se encontra com duas fugitivas do Distrito 8, que começou um dos levantes contra a Capital, na floresta do Distrito 12. Elas lhe dão notícias sobre a revolta e também levam consigo o símbolo do tordo, o símbolo que representa a força e esperança  dos revoltos. As duas também falam que estão indo até o Distrito 13, que acreditam ainda existir, apesar das informações que a Capital divulga sobre ele ter sido destruído. De acordo com elas, o que Katniss confirma depois, a Capital sempre transmite o mesmo vídeo que mostra a destruição do local como se a transmissão fosse ao vivo. Para elas e para as pessoas que se juntam a revolução, o Distrito 13 não só ainda existe como é morada dos que sobreviveram.

– Grades eletrocutadas em volta do Distrito 12. As grades que cercam o Distrito 12 deveriam ser sempre eletrocutadas, de acordo com as regras da Capital, mas para economizar energia elas ficam desligadas a maior parte do tempo, o que permite que Katniss e Gale saiam para caçar. Quando os Pacificadores chegam aos distritos em Em Chamas,  as coisas mudam e Katniss é pega de surpresa quando fica impedida de retornar à sua casa após uma caçada. A garota acaba encontrando uma solução, mas por pouco não é pega cometendo um crime grave e dá ao presidente Snow mais uma arma contra ela.

- Descoberta de como Haymitch venceu o seu jogos. Katniss e Peeta assistem vários vídeos sobre os jogos anteriores e descobrem como foi a vitória de seu mentor e amigo, Haymitch. Ele participou do 50º Jogos Vorazes, o segundo Massacre Quaternário, quando o número de tributos era o dobro do normal, ou seja, 48 competidores. Haymitch sempre foi esperto, ele ficou a maior parte do tempo afastado dos outros competidores e deixou que o número diminuísse tanto quanto podia, enquanto isso ele aparentemente procurava a borda da arena de combate. Quando encontrou, à beira de um penhasco, descobriu algo surpreendente: uma espécie de campo magnético fazia com que qualquer objeto lançado no abismo retornava voando no mesmo lugar. Então, quando só resta mais uma competidora, uma feroz jogadora do Distrito 1 que utilizava um machado, o embate é necessário. É quando ele vai mais uma vez para a beira do penhasco e espera a garota atirar o machado em sua direção. Haymitch desvia da arma, que cai no abismo, e permanece no chão até que o machado volta e se crava na cabeça de sua dona.

- Vitórias dos outros vencedores. No livro, Peeta e Katniss estudam os outros vencedores que duelarão com eles no Massacre Quaternário e assistem suas antigas vitórias. Descobrimos que Finnick recebeu um caríssimo presente (o mais caro de todos ofertados nos jogos), o seu tridente, que foi uma arma letal o suficiente para que ele acabasse com os competidores. Também descobrimos que Enobaria, a competidora com dentes afiados, os deixou assim depois de ficar famosa por acabar com os oponentes dilacerando-lhes os pescoços com a boca.

Um detalhe muito simples, mas belamente inserido, é a neta de Snow, que não existe nos livros e fez sua primeira participação em Em Chamas. Em Esperança, ela aparece somente alguns segundos, desfazendo a trança que homenageava Katniss. Singelo, mas mostra bem como a situação da garota em chamas na Capital mudou.

No livro é mostrado o funcionamento do Distrito 13: lá todos são obrigados a tatuar, com uma tinta que sai após algumas horas, o cronograma de atividades diárias que precisam cumprir. É extremamente rígido e até os momentos de lazer são minimamente calculados. Por exemplo, às 18h tinham que meditar. Até Katniss e os sobreviventes do Distrito 12 precisaram se adequar ao sistema, apesar da garota constantemente burlá-lo – um privilégio que provavelmente só o tordo poderia ter.

A Katniss dos livros, assim como no filme, também faz uma lista de exigências antes de concordar ser o tordo da revolução, principalmente com o objetivo de dar a imunidade total à Peeta. Mas no livro, ela faz uma importante exigência a mais: quando Snow for capturado, ela quer ser chamada para matá-lo.

Effie Trinket nunca esteve no Distrito 13 nos livros, ela permaneceu na Capital. Inclusive, várias de suas falas bem humoradas no filme na verdade são ditas por outros personagens no terceiro volume da série, como Plutarch, Fulvia (secretária de Plutarch que não aparece nos filmes) e Gale.

Em ambas as obras Katniss exige poder sair do Distrito 13 para caçar com Gale e efetivamente faz isso. Mas no filme, um detalhe é diferente – um detalhe que não existe no livro e confere ao filme um peso ainda maior. Há nele um diálogo entre Katniss e Gale, no qual a garota, parada na frente de um alce sem conseguir atirar uma flecha, questiona o porquê da vítima não ter medo. Gale responde que é lógico que não tem, ele nunca fora caçado.

Venia, Octavia e Flavius nunca apareceram nos filmes, portanto era óbvio que esta cena não apareceria em Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1. O trio era ajudante de Cinna, o estilista de Katniss, e ajudavam a arrumá-la para as apresentações fazendo cabelo, maquiagem e o que mais precisasse para deixá-la estonteante. No livro eles são capturados e torturados no Distrito 13 por não seguirem as normas rígidas do local, que se diferenciavam e muito da vida de exageros que tinham na Capital.

Tanto o Finnick dos livros quanto o dos filmes fica abatido após os eventos de Em Chamas, especialmente diante do encarceramento de sua amada Annie pela Capital. Mas enquanto em Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1 eles mantém a melancolia do personagem, no livro ele começa a perder a cabeça e chega a protagonizar momentos quase hilários em que esquece de colocar as calças, para mostrar o quanto está desestabilizado psicologicamente. Não precisava disso. Realmente, o tom de tristeza constante de Finnick no filme é mais crível e muito mais emocionante.

- A cena da explosão da barragem simplesmente não existe no livro, mas ficou incrível no filme. Excelente adição.

O Distrito 12 encolheu. A julgar pelo filme, você pode pensar que a família Everdeen, Haymitch, Gale, Peeta e o gato foram tudo que sobrou do Distrito 12. Esta não é a realidade do livro. Uma das ausências mais notáveis é Delly, colega de escola de Peeta, que a ajuda a recuperar suas memórias depois que o Capital “sequestra”, o cérebro dela (ela é escolhida por ser a única que realmente se lembra de Katniss, que sofreu lavagem cerebral). No filme, é Prim (Willow Shields) que não consegue se esquecer de Katniss (Jennifer Lawrence).
- Outra personagem do Distrito 12 que não aparece é Greasy Sae, a cozinheira que transformava o escasso suprimento de comidas do Distrito em refeições aceitáveis. Ela foi uma cozinheira do Distrito 13 que cozinhava para Katniss quando ela finalmente voltou para o Distrito 12.

A comandante Paylor (Patina Miller), encarregada do hospital do Distrito 8, foi bombardeada na primeira parte de A Esperança. No livro, ela mal aparece depois daquela cena, surgindo apenas no final, quando Panem elege seu Presidente. O filme corrige a ausência da personagem dando a ela um papel importante na invasão do Capitólio e no bombardeiro do Distrito 2. Ela é a mais preocupada com a preservação da vida humana durante o ataque que derrota uma das armadilhas de Gale. Antes de Katniss e sua unidade invadirem o Capitólio, é Paylor que explica a função das armadilhas que o Presidente Snow (Donald Sutherland) preparou para ela.
Como nos filmes anteriores, o final da saga dedica um bom tempo aos planos que Snow tem para a Capital. Bem mais do que no livro, o filme foca na saúde do Presidente: ele cospe sangue constantemente e chega a desmaiar, o que faz Egeria (Sarita Choudhury, cujo personagem foi criado para os filmes), seu ministro, perguntar se ele gostaria de procurar um médico. Dito isso, o filme apresenta uma cena que demonstra a forma que Snow usa seu poder com crueldade: enquanto janta com seus generais após os rebeldes atacarem o Distrito 2, Snow propõe um brinde e aproveita a oportunidade para castigar o ministro Antonius (outro personagem criado para os filmes) por tirar as forças pacificadoras do Distrito 2. O Presidente assiste calmamente enquanto Antonius sufoca até a morte com a comida que certamente foi envenenada por Snow.
- O casamento de Finnick, este poderia ter sido bem mais doce: no livro, o bolo deles é elaboradamente confeitado e decorado por Peeta, o que mostra à Katniss que em alguns aspectos ela continua sendo a mesma pessoa.
Não há cenas do treinamento de Katniss. Quando a Presidente Alma Coin  nega o pedido de Katniss, que pretendia se juntar às linhas de frente no ataque a Capital, alegando que ela era muito mais valiosa como símbolo do que como guerreira, Katniss passou um tempo afastada, em um navio de abastecimento. No livro, Coin concorda em deixar Katniss tomar parte no ataque se ela for declarada apta como combatente. Para isso, Katniss encara várias sessões de treinamento (ao lado de Johanna, que também quer derrubar Snow). O treinamento inclui invadir um ambiente que simulava a Capital e “foi projetado para expor as fraquezas das pessoas”. Johanna falha no teste por causa de suas lembranças da tortura que sofreu na Capital, então Katniss segue em frente sem ela (no filme, Johanna é fraca e viciada em analgésicos, então não chega a tentar participar da batalha).
Após o incidente no Capital, Peeta começa a ter dificuldades para separar suas memórias verdadeiras daquelas que foram implantadas em seu cérebro pelos torturadores. No livro, ele tem um momento de revelação quando se lembra das pessoas que tiveram as línguas cortadas n Capital sendo torturadas até a morte na frente dele. Peeta sabe que a memória é real porque ela não tem o efeito “brilhante” que ocorre nas memórias implantadas através da lavagem cerebral. No filme, Peeta chega a mencionar isso, mas este momento traumático não aparece nas telonas.

Os horrores da guerra podem transformar até mesmo os melhores seres humanos em monstros, como o livro ilustra quando Katniss precisa matar um civil a sangue frio. Depois que metade da sua unidade é morta, os soldados restantes procuram abrigo em um cômodo do Capitólio, onde uma ocupante desavisada fazia sua refeição. Quando avista os rebeldes a mulher se prepara para chamar ajuda e Katniss dispara uma flecha em seu coração, sem piedade. No filme, os rebeldes não encontram esta pessoa.

Conversa final de Katniss e Snow, apesar de ser um belo acréscimo a história, proporcionando grandes momentos de tensão no filme, além de mostrar a incrível atuação de Donald Sutherland como o presidente Snow, essa cena não existe no livro.

O final da história é apressado. Por mais estranho que isso seja, já que o livro foi dividido em dois filmes bem longos, a vida pós-guerra de Katniss recebe muito menos atenção nas telonas. No livro, ela é forçada a esperar por um julgamento, então acaba voltando para o Distrito 12 como uma mulher derrotada, até que Peeta a ajuda a se recuperar. Um belo detalhe da história, um livro que Katniss e Peeta criam juntos para preservar a memória de todos que morreram, é omitido no filme. As duas crianças ao lado de Katniss e Peeta sugerem que eles começaram uma família imediatamente. No livro, Katniss leva anos ponderando esta decisão.

Comparações com Battle Royale


The Hunger Games sofreu comparações com o livro japonês Battle Royale (Batoru Rowaiaru), escrito por Koushun Takami, publicado em 1999 e adaptado para filme no ano seguinte. Em Battle Royale, Koushun Takami tem como premissa uma competição na qual jovens são sorteados por um governo autoritário para lutar em uma ilha até que apenas um sobreviva, para responder a demandas sociais (no livro por interesse científico e no filme como resposta à rebelião dos jovens). Alguns lutam sozinhos, outros formam grupos e por fim, contrariando as regras da competição pela primeira vez, um casal com envolvimento romântico sobrevive. Essas semelhanças, entre outras, e o fato do filme ter recebido cobertura na mídia americana, geraram críticas e especulações sobre a suposta inspiração da autora, algumas com listas das similaridades,que levaram a um aumento nas vendas de Battle Royale.
Sobre o caso, Collins comentou, "Eu nunca tinha ouvido falar do livro até o meu estar finalizado. Então, ele foi mencionado para mim, e perguntei ao meu editor se deveria lê-lo. Ele disse, 'Não, eu não quero esse mundo na sua cabeça. Apenas continue o que está fazendo'". Susan Dominus do The New York Times notou que "há possíveis fontes o suficiente para que os dois autores possam ter chegado à premissa de forma independente". Eric Eisenberg considerou que The Hunger Games "não é uma cópia [de Battle Royale], mas simplesmente um uso diferente de uma ideia similar", apontando diferenças entre eles.

Curiosidades

- O mito grego de Teseu serviu de base para a história - a personagem principal Katniss seria como um Teseu futurista - e os gladiadores romanos completaram o quadro. 
- A sensação de perda que Suzanne teve quando o pai prestou serviço militar na Guerra do Vietnã também contribuiu para o desenvolvimento do livro, no qual a protagonista perdeu o pai aos onze anos de idade por um horrível acidente nas minas - cinco anos antes do início da história.
O livro foi lançado também como audiolivro e livro digital.
Desde o seu lançamento, foi traduzido para 26 idiomas diferentes e teve os seus direitos vendidos para 38 países.
A saga completa já vendeu mais de 85 milhões de cópias em todo o mundo, e faz parte dos livros mais vendidos da história.

Autora

Suzanne Collins

Suzanne Marie Collins  é uma escritora e roteirista de ficção científica e literatura infantojuvenil americana, conhecida pela trilogia The Hunger Games.

Estudou na Escola do Alabama e tirou curso de drama e telecomunicações na Indiana University. Depois começou a trabalhar em programas infantis da Nickelodeon.

Obras


As Crônicas do Subterrâneo
  1. Gregor o Guerreiro da Superfície (Gregor The Overlander) (2003)
  2. Gregor e a Segunda Profecia (Gregor and the Prophecy of Bane) (2004)
  3. Gregor e a Profecia de Sangue (Gregor and the Curse of Warmbloods) (2005)
  4. Gregor e as Marcas Secretas (Gregor and the Marks of Secret) (2006)
  5. Gregor e o Código da Garra (Gregor and the Code of Claw) (2007)

Trilogia Jogos Vorazes
  1. Jogos Vorazes (The Hunger Games)(2008)
  2. Em Chamas (Catching Fire) (2009)
  3. A Esperança (Mockingjay) (2010)

Outros livros
  • Fire Proof: Shelby Woo #11 (1999)
  • When Charlie McButton Lost Power (2005)
  • When Charlie McButton Gained Power (2009)
  • Year of the Jungle (2013)


Que a Sorte Esteja Com Vocês!


Leitura de Cabeceira | Saga Jogos Vorazes Leitura de Cabeceira | Saga Jogos Vorazes Reviewed by Luara Moraes Leão on 24.11.15 Rating: 5

Nenhum comentário

Post AD