Header AD

Leitura de Cabeceira | Harry Potter


Olá queridos leitores, esse será o último Leitura de Cabeceira do TPJ e sabendo disso eu deixei o melhor para o final, minha saga preferida e também o primeiro livro que eu li: Harry Potter.

Harry Potter foi muito especial para mim, pois além dos livrinhos de escola, ele me despertou o gosto pela leitura, um hábito que carrego até hoje comigo e que me ajudou muito a ser a pessoa que sou hoje em dia. Li Harry Potter e a Pedra Filosofal faz 10 anos e reli esse ano, contudo com todo esse tempo ele me trouxe aquela mesma magia que tinha quando li a primeira vez, o mesmo desejo de esperar minha carta para ir para Hogwarts, a qual eu como muitos fãs esperei mesmo kkkkk, mas enfim vamos começar a falar dos livros.
 
Harry Potter é uma série de sete romances de fantasia escrita pela autora britânica J. K. Rowling. A série narra as aventuras de um jovem bruxoHarry James Potter, o personagem-título, e seus amigos Ronald Weasley e Hermione Granger, os quais são alunos da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. O arco de história principal diz respeito a busca de Harry para superar o bruxo das trevas Lord Voldemort, que pretende tornar-se imortal, conquistar o mundo dos bruxos, subjugar as pessoas não-mágicas (trouxas) e destruir todos aqueles que estão em seu caminho, especialmente Harry.
 

Obras do Mundo Bruxo

 
- Harry Potter e a Pedra Filosofal
- Harry Potter e a Câmara Secreta
- Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
- Harry Potter e o Cálice de Fogo
- Harry Potter e a Ordem da Fênix
- Harry Potter e o Enigma do Príncipe
- Harry Potter e as Relíquias da Morte
- Animais Fantásticos e Onde Habitam
- Quadribol Através dos Séculos
- Os Contos de Beedle, O Bardo
 

Frases de Dumbledore

São as nossas escolhas, mais do que as nossas capacidades, que mostram quem realmente somos.
 
Para uma mente bem estruturada, a morte é apenas uma aventura seguinte
"Naturalmente está acontecendo dentro da sua cabeça, mas por que é que isto deveria significar que não é verdadeiro?"
A verdade é uma coisa bela e terrível, por isso deve ser tratada com grande cautela
Porque nos sonhos entramos num mundo inteiramente nosso. Desde que mergulhe no mais profundo oceano,ou flutue na mais alta nuvem.
 
É preciso ter coragem para enfrentar os inimigos, e ainda mais para enfrentar os amigos.
 
Palavras são, na minha nada humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de formar grandes sofrimentos e também de remedia-los.
 
Não vale a pena mergulhar nos sonhos e esquecer de viver.
 
Não tenha pena dos mortos, Harry. Tenha pena dos vivos, e acima de tudo, daqueles que vivem sem amor
 
A indiferença e o abandono muitas vezes causam mais danos do que a aversão direta.
 
A felicidade pode ser encontrada mesmo nas horas mais difíceis, se você lembrar de acender a luz.
 
"A velhice é tola e esquecida quando subestima a juventude."
 
"As conseqüências dos nossos atos são sempre tão complexas, tão diversas, que predizer o futuro é uma tarefa realmente difícil."
"O problema é que os seres humanos têm o condão de escolher exatamente aquilo que é pior para eles."
 
"Sempre chame as coisas pelo nome que têm. O medo de um nome aumenta o medo da coisa em si."
"Em breve nós teremos que escolher entre o que é facil e o que é certo".
 
"Todos temos o bem e o mal dentro de si, mas o que realmente importa não são as semelhanças e sim as diferenças."
"Não são nossos talentos que mostram aquilo que realmente somos, mas sim as nossas escolhas."
"A palavra de uma criança, embora honesta e verdadeira tem pouco valor para aqueles que não sabem mais ouvir"
"Cada qual acredita que o que tem a dizer é muito mais importante do que qualquer coisa que o outro tenha a contribuir"

Significado de nomes

 
Aberforth Dumbledore: Aber em escocês é "Foz", sendo assim a Foz do Rio Forth, que fica em Edimburgo, na Escócia.
Alastor Moody: Na mitologia grega, Alastor era o nome de um demônio que não respeitava bem as leis do inferno. Podemos comparar isso com o fato dele às vezes fazer coisas sem que o Ministério o ordene. Em inglês, "moody" significa temperamental ou que muda continuamente.
Alvo Dumbledore: Seu nome quer dizer "alvo, branco" (talvez uma citação a Gandalf, que se torna o Mago Branco no livro O Senhor dos Anéis). Já o sobrenome vem de um termo do inglês antigo que designava mamangava, um tipo de abelha. Em francês "dore" quer dizer dourado ou feito de ouro.
Argo Filch: O nome do zelador de Hogwarts provavelmente foi inspirado em Argus, um gigante da mitologia grega que tinha cem olhos e enxergava tudo o que acontecia a sua volta.
Arthur Weasley: Arthur poderia ter vindo do lendário Rei Arthur. Existem duas versões para a morte deste rei e em uma delas ele morre lutando em uma guerra contra o Imperador romano, Lúcio.
Aragogue: Vem de uma lenda de uma mulher parecida com uma aranha que se chamava Arachne.
Avada Kedavra (maldição da morte):Avada significa "Eu destruo/mato". Considerando que Kedavra significa "como eu falo", logo fica "Eu mato quando falo".
Bathilda Bagshot (autora do livro História da Magia): O sobrenome é uma pequena cidade que fica perto de Londres.
Beauxbatons: Em francês, quer dizer "belas varinhas".
Beco Diagonal: Típico de um mundo bruxo, onde uma rua não segue reto, mas em diagonal.
Cho Chang: significa Bela Borboleta
Cornélio Fudge: Existiu um papa chamado Saint Cornelius, e seu reino foi marcado pelas controvérsias sobre o assunto da época que era o Cristianismo. Santo Cornelius foi exilado e depois martirizado em 253 e depois foi sucedido por outro bispo (O que acontece no 5º livro.). Também remete ao personagem Cornélius de O Planeta dos Macacos, que tenta esconder as provas de que existe um humano racional, para que o pânico não se espalhe entre a população simiana. "Fudge" pode significar "recusar" o que acontece quando Fudge recusa a acreditar que Voldemort voltou.
Diggory: O sobrenome de Cedrico foi copiado de Diggory Kirke, um herói de Nárnia, um dos livros preferidos de J.K Rowling.
Draco: Palavra latina para "Dragão".
Dobby: Era um personagem do livro "Lendas de Fenoderee e os Brownies". Um "dobby" era um Brownie (uma espécie mágica de duende que se dedica a trabalhos caseiros) que não sabia fazer nada direito.
Duda (Dudley): "Dud" é uma palavra em inglês que significa "pessoa chata".
Fleur Delacour: O nome da garota é uma expressão francesa que significa "flor da corte", ou seja, uma mulher de nobreza.
Flitwick: É o nome de uma cidade inglesa.
Firenze (o centauro): Nome italiano para a cidade de Florença.
Fawkes: Recebeu seu nome por causa de Guy Fawkes, líder de uma famosa tentativa de atentado que tinha como objetivo explodir o Parlemento Inglês, em 1605. Os conspiradores esconderam trinta e seis barris de pólvora nos subterrâneos da Casas dos Lordes. Mas eram tantos conspiradores que tudo chegou aos ouvidos das autoridades e a maioria foi executada... Na Inglaterra, 5 de novembro é o Dia de Guy Fawkes, celebrado com fogueiras, como a pira federal da fênix.
Fofo: Na realidade, Fofo é inspirado em Cérbero, um grande cão de três cabeças que na mitologia grega guardava a entrada para o reino de Hades (o submundo dos mortos). Joanne deu um bom toque de ironia no nome da criatura na história...
Fenrir Lobo Greyback: Fenrir é um lobo monstruoso da mitologia nórdica, que matou Odin(Supremo Deus Nórdico)
Gilderoy Lockhart: O primeiro nome veio de um charmoso ladrão escocês que J.K. Rowling encontrou em um dicionário de frases e fábulas. Também lembra a palavra inglesa gilded, que significa "folheado a ouro". O sobrenome foi copiado de um memorial aos soldados da Primeira Guerra Mundial. Lockhart é um trocadilho para "Lock Heart" (coração fechado), indicando que o personagem na verdade é um egoísta.
Godrico Gryffindor: O nome Gryffindor vem do Francês "gryffin d'or", que significa "grifo de ouro". Os Grifos são "metade-leão" e "metade águia" e são o símbolo da natureza dupla, ou seja, divina humana de Jesus Cristo, porque governa a terra e o ar. Os Grifos também são inimigos das serpentes e basiliscos que são vistos como demônios. Podemos perceber , também, a presença da palavra "God" que significa "Deus" em inglês.
Gregório Goyle: Greg Goyle lembra a palavra em inglês "gargoyle" que são as "gárgulas", criaturas de pedras que parecem protegerem os castelos. Cai bem para alguém que é "guarda-costas" de Draco Malfoy.
Guinnevere Weasley: Guinnevere (ou Ginevra,na versão brasileira) é o nome que teve a esposa do Rei Arthur.
Harry Potter: O personagem principal possui o nome de Harry, pois é o nome preferido de J.K. Rowling e seu sobrenome é o mesmo dos amigos de infância da autora. Eles gostavam de se vestir de bruxos e brincar de fazer feitiços, e acabaram dando seu sobrenome ao herói. No dicionário Harry significa maltratar, assolar.
Hermes: A coruja de Percy Weasley tem o mesmo nome do mensageiro dos deuses gregos.
Hermione Granger: É um dos personagens da peça The Winter's Tale, de Willian Shakespeare. Ela é a rainha da Sicília e é acusada publicamente por seu marido de adultério. Quanto ao sobrenome, não sabemos se J.K Rowling se inspirou mesmo ou foi pura coincidência. Há relatos que existiu um homem com sobrenome Granger, muito famoso em sua época, ele possuía memória fotográfica e era super inteligente, assim como a nossa Hermione. No passado obscuro e distante o sobrenome de Hermione era Puckle, mas não se adequava de jeito nenhum a ela e foi rapidamente mudado para algo um pouco menos frívolo. [Granger é um personagem de um romance e de um filme, Fahrenheit 451, que decorava livros para que eles não se extinguissem]. Hermione é o nome da filha de Helena (de Tróia)segundo a mitologia grega era tão bela e sábia nas artes de amar quanto a mãe.(fonte da informação: Ovídio, A Arte de Amar)
Lílian Potter: "Lily" é uma flor (lírio) que simboliza pureza e inocência.
Lavender Brown: Os dois nomes são cores em inglês: Lilás e marrom, respectivamente.
Lúcio: O nome original de Lucio Malfoy é Lucius, o que lembra muito Lúcifer, um dos muitos nomes do diabo. E Lucio Malfoy significa: "Demônio de má Fé" como o de seu filho Draco Malfoy que significa: "dragão de má fé". Em compensação Lúcifer vem de Lux Fero, o "portador da luz". Lucius está mais relacionado ao termo "iluminado" que ao próprio "Lúcifer".
Madame Maxime Olympus: O monte Olimpo é a morada dos Deuses gregos e também a montanha mais larga da Grécia. "Maxima" em francês (não somente em francês, claro) quer dizer "principal" e ela é a pessoa principal da Beauxbatons já que é a diretora.
Malfoy: O sobrenome da família mais malvada do mundo dos bruxos foi inventada pela autora, mas vem de uma forma do francês antigo para "destino ruim". Também está ligado à palavra maleficus, ou seja, aquele que faz mal a outras pesoas.E que também significa "Má Fé" (Pessoas que tem sómente fé ruim e mau como o nome já diz Malfoy [fé de quem coisas ruins aconteçam], ou seja "Fé Ruim\Fé maldosa" Mal (má\malefícios) foy (fé)
Minerva McGonagall: Na mitologia romana, Minerva é a deusa da sabedoria e das artes e sempre prefere a razão, a calma e a sabedoria em vez da força. Igualzinha a professora, que mesmo enérgica sabe resolver tudo com uma boa conversa e também um pouquinho de mágica.
Marcos Flint (capitão do time da sonserina): Provavelmente, recebeu seu nome do capitão John Flint, de A Ilha do Tesouro.
Morsmodre (maldição da marca negra): Em francês antigo significa "morda um pedaço da morte".
Olívio Wood: "Olívio" lembra à Oliveira, azeite. "Wood" é uma palavra do inglês antigo que significa que alguém é maluco ou doido, também significa madeira. Ou seja, seu nome seria algo como "Madeira de Oliveira". Trocadilho com o fato de ser um fanático por quadribol (que se joga com vassouras); ou seja, um "doido varrido".
Petúnia Dursley: Ela tem nome de flor como sua irmã. Petúnia é uma flor que simboliza raiva e inveja, isso reflete seus sentimentos quanto ao fato de sua irmã ter sido adorada por seus pais quando se tornou uma bruxa.
Parvati Patil: Deusa das montanhas na cultura Hindu e irmã da Deusa Padma.
Padma Patil: Deusa Hindu do Rio Ganges e irmã da Deusa Parvati.
Penélope Clearwater: Penélope é uma personagem famosa do livro "Odisséia" de Homero e Clear water pode significar pureza e fidelidade.
Percy Weasley: "Percival" era o nome usado somente pela elite britânica durante a monarquia e ninguém podia usá-lo. Mais tarde, os plebeus foram permitidos de usarem um nome parecido, "Percy" para que eles ficassem felizes. Isso pode ser relacionado ao fato que o Percy é possui grandes talentos que não são vistos, como o povo comum na época que não podia mostrar seus talentos.
Pichitinho: Em português o nome perdeu seu significado, pois em inglês a coruja de Rony é chamada de Pigwidgeon que vem do inglês antigo "Pigwidgin", que se refere a pequenas fadas ou anões.
Madame Papoula Pomfrey: A "Papoula" é uma antiga planta medicinal.
Peter Pettigrew: Esse nome poder ser dividido em "Pet-I-Grew" que significa "segurei um animal de estimação", uma reflexão do Perebas ter passado todos aqueles anos nas mãos do Percy e do Rony.
Potter: Nomeado por causa dos amigos de infância de J.K Rowling, Ian Potter e Vikki Potter.
Remo Lupin: Em latim, lupus que dizer "lobo". Já Remo é o nome de um dos irmãos fundadores de Roma - o outro era Rômulo. Segundo a lenda, eles foram amamentados por uma loba.
Rita Skeeter: Em inglês, seu sobrenome indica um tipo de mosquito sugador de sangue muito irritante.
Madame Rosmerta: "Rosmerta" é uma Deusa Gaulesa e que o nome na língua celta significa quem pode fornecer muito, perfeito para uma dona de bar.
Ronald Weasley: "Ron" era o nome da lança que o Rei Artur sempre usava. Existem muitas comparações entre Harry, Rony e Hermione com o Rei Arthur, Lancelot e Guinevere.
Rúbeo Hagrid: "Hagrid" é uma palavra em inglês antigo para pessoas "que não tiveram uma boa" noite. Já que o Hagrid sempre está no Três Vassouras bebendo, então ele sempre tem ressacas.
Salazar Slytherin: Seu nome certamente soa muito parecido com o de Antônio de Oliveira Salazar, ditador de Portugal entre 1932 e 1968. Slytherin fundou Sonserina e o seu título é uma serpente, porque Salazar Slytherin era ofidioglota, ou seja, tinha a capacidade de falar com cobras.
Stanislau Shunpike: O sobrenome é o mesmo do outro avô da autora.
Sirius Black: Sirius remete à "serious", sério. "Sirius" é também um nome de uma estrela que é vista no céu inglês, também conhecida como "a estrela do cão" (não é mera coincidência...), que é a estrela mais brilhante do céu. - a palavra grega seirios quer dizer 'incandescente'. Essa estrela é da constelação de Cão Maior.
Almofadinhas (Padfoot) é o nome dado em Staffordshire, na Inglaterra, para os Cães Negros Mágicos que aparecem misteriosamente em toda a Europa e América do Norte...
Professora Sinistra: "Sinistra" é uma palavra em Latim e também em Italiano que significa esquerda. As pessoas canhotas são consideradas misteriosas e então este poderia ser a personalidade dela.
Professora Sprout: "Sprout" é uma planta.
Severo Snape: "Severus" é uma palavra em latim para "áspero". Existiu um Imperador chamado Lúcio Severo... e um santo Severo, que foi um mártir. J.K. Rowling disse ter dado este nome por causa de uma pequena cidade da Inglaterra chamada Snape. Mas também existe a coincidência de que Snape é quase Snake, Cobra em Inglês, e talvez seja por isso que ele além de aluno da Casa de Sonserina (Slytherin) é o diretor da casa, cujo o símbolo é uma Cobra.
Sibila Trelawney: Em inglês ela se chama "Sibyll" quem vem de "Sibyls" que eram os profetas míticos que prediziam o futuro quando entravam em uma espécie de transe (Sibila faz isso durante a saga).
Tiago Potter: Abreviação de Santiago que no latim significa alegre, embora Tiago seja apenas uma adaptação ao português, por ser o equivalente ao inglês James, nome original do personagem.
Vítor Krum: Krum vem da palavra em alemão "krumm" que significa "curvado". Sabemos que fora das vassouras, Krum anda curvado e sem jeito. Vítor vem de Victória, nome romano para a deusa Nike (que vem a ser a deusa da vitória). Vítor Krum é um grande vencedor.
Vincente Crabbe: Se juntarmos os sons produzidos pelos nomes dos amigos de Draco Malfoy teremos "grab e coil”, que são ações que as cobras fazem, em inglês.
Voldemort: Pode significar "roubar a morte", da expressão do Francês "voler", que significa roubar e "mort", que significa morte. Mas é mais provável que tenha vindo do Francês "vol de la mort", que significa literalmente "voo da morte".
Veritaserum: Veritas, do latim é verdade e serum, soro.

Curiosidades

 
A série abrange vários gêneros, como fantasia, vida escolar e passagem entre a infância e a juventude (com elementos de mistério, suspense, aventura e romance), sendo que a história tem muitos significados e referências culturais. De acordo com Rowling, o tema principal é a morte. Há também muitas outras temáticas na série, como preconceito e corrupção.

"Os meus livros abordam bastante a morte. Começam com a morte dos pais de Harry. Há a obsessão de Voldemort em derrotar a morte e conquistar a imortalidade a qualquer preço [...]. Eu percebo porque é que Voldemort quer conquistar a morte. Todos nós temos medo dela", disse Rowling. De fato, o nome de Voldemort significa "voo da morte" em Latim e Francês, e "roubar a morte" em Francês e Catalão. Os livros colocam o bem contra o mal e o amor contra a morte. A perseguição de Voldemort para evitar a morte, que inclui episódios como beber sangue de unicórnio e separar a sua alma através do uso de horcruxes, contrasta com o sacrifício de Lilian Potter, seu amor por Harry e a magia extraordinária que o seu gesto deixou nele, um sacrifício que Voldemort nunca poderá entender ou apreciar.

O preconceito e a discriminação são também amplamente abordados ao longo dos livros. Harry aprende que existem feiticeiros Sangue-Puro (descendentes de famílias inteiramente bruxas) que abominam os sangue-ruim (bruxos que vieram de uma família inteiramente trouxa) e os consideram inferiores. O meio termo são os bruxos Mestiços, ou seja, que tem um dos pais trouxa (ou de família trouxa), e o outro pertencente à comunidade bruxa. Os mais preconceituosos dentro da comunidade mágica levam estas designações mais longe, utilizando-as como um sistema de graduação para ilustrar o valor de um feiticeiro, considerando os de Sangue-Puro como sendo superiores. Fora os preconceitos em relação aos humanos, existe um afastamento dos não-humanos e até parcialmente-humanos.

Os livros de Rowling se passam nos anos 1990.

Em 1990, J.K. Rowling estava num trem indo de Manchester para Londres quando a ideia para Harry simplesmente "apareceu" em sua cabeça. Rowling conta sobre a experiência em seu website:

"Tenho escrito continuamente desde os seis anos de idade mas nunca estive tão excitada com uma ideia antes. [...] Eu simplesmente sentei e pensei, por quatro horas (trem atrasado), e todos os detalhes borbulharam em meu cérebro e este garoto de óculos e cabelos pretos que não sabia que era um bruxo tornou-se mais e mais real para mim.
Naquela noite, a autora começou a escrever seu primeiro romance, Harry Potter e a Pedra Filosofal, e um plano que incluía os enredos de cada uma dos sete livros, além de muita informação biográfica e histórica sobre seus personagens e universo. Nos seis anos seguintes, que incluíram o nascimento de sua primeira filha, o divórcio de seu primeiro marido e uma mudança para Portugal, Rowling continuou a escrever Pedra Filosofal.
A série foi traduzida em 67 línguas, colocando Rowling entre os autores mais traduzidos na história.
O primeiro volume foi traduzido para o latim e o grego antigo, tornando-o o mais longo trabalho publicado em grego antigo desde os romances de Heliodoro de Emesa no século III dC.
Por razões de sigilo, a tradução de um determinado livro da série só pode começar depois de ele ter sido lançado em inglês, o que levava a um atraso de vários meses antes das traduções estarem disponíveis. Isto levou que mais e mais cópias de edições em inglês fossem vendidas para fãs impacientes em países que não falam inglês; por exemplo, tal era o clamor para ler o quinto livro que a edição em Inglês tornou-se o primeiro livro anglófono no topo da lista debest-sellers na França.
As traduções de Portugal e do Brasil são distintas. De fato, a tradutora brasileira, Lia Wyler, criou vários termos para a tradução, como Quadribol, por exemplo, usado apenas no Brasil. Por conta disso foi muito elogiada pela própria Rowling, que inclusive auxiliou na escolha do título do sexto livro para o Brasil, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, embora, traduções de nome próprios sejam desaconselhadas e até mesmo condenadas por muitos escritores, tradutores, linguistas e leitores. 
- Um destaque que mostra bem como as traduções podem mudar radicalmente o nome do personagem, apesar de ter lógica, fica para o personagem Gui Weasley, cujo nome original é "Bill Weasley", aparentemente completamente diferente, mas como "Bill" é apelido para "William", e William em português é "Guilherme", o nome final "Gui Weasley" tem sentido.

História de Voldemort (para quem não conhece)

 
A história da família Gaunt: Servolo, Morfino e Mérope Gaunt (esta última mãe de Voldemort). Mérope é a caçula da família Gaunt e também a única mulher da família. Maltratada pelo pai e irmão, ela aparentemente não possui magia. Ela é secretamente apaixonada pelo trouxa Tomás Riddle. Depois de algum tempo ela resolve dar-lhe uma poção do amor fazendo com ele se "apaixonasse" por ela. Com o tempo o efeito da poção do amor acabou e Tomás se viu com uma mulher que não amava e então a abandonou, já grávida. A explicação que temos então é que por ser fruto de uma poção do amor, e não de uma relação que envolvia amor verdadeiro, Voldemort jamais sentiria amor, compaixão ou empatia.

Controvérsias

Os livros têm sido alvo de uma série de processos judiciais, decorrentes de reivindicações de grupos cristãos estadunidenses que alegavam que a magia nos livros promove aWicca e a bruxaria entre as crianças, ou por conta de vários conflitos sobre violações de direitos autorais e marcas registradas. O valor de mercado e a elevada popularidade da série levaram Rowling, seus editores e distribuidora de filmes Warner Bros a tomar medidas legais para proteger seus direitos autorais, que incluíram a proibição da venda de imitações de Harry Potter, tendo como alvo os proprietários de sites com o domínio "Harry Potter" e processou o autor Nancy Stouffer por suas acusações de que Rowling teriaplagiado seu trabalho. Vários religiosos conservadores afirmaram que os livros promovem bruxaria e religiões como o Wicca e são, portanto, inadequado para crianças, enquanto críticos têm apontado que para a série promove diversas agendas políticas.
Os livros também despertaram controvérsias no mundo literários. Em 1997 a 1998, Harry Potter e a Pedra Filosofal ganhou quase todos os prêmios do Reino Unido julgados por crianças, mas nenhum dos prêmios livro infantil julgado por adultos, e Sandra Beckett sugeriu o motivo disto era o esnobismo intelectual para livros que eram populares entre crianças. Em 1999, o Costa Book Awards introduziu o livro pela primeira vez na sua lista para o prêmio principal e um juiz ameaçou pedir demissão se Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban foi declarada o vencedor; ele terminou em segundo lugar, muito perto do vencedor do prêmio de poesia, tradução de Seamus Heaney do épico anglo-saxão Beowulf.
Em 2000, pouco antes da publicação de Harry Potter e o Cálice de Fogo, os três livros anteriores da série superaram a lista de best-sellers de ficção do The New York Times e um terço das obras listadas eram de livros infantis. O jornal criou uma nova seção infantil cobrindo livros infantis, incluindo ficção e não-ficção, e, inicialmente, considerou apenas as vendas de capa dura. O movimento foi apoiado por editores e livreiros. Em 2004, o New York Times dividiu ainda mais a lista infantil, que ainda era dominada por livros de Harry Potter em seções para séries e livros individuais, e removeu os livros da série da seção para livros individuais.

Teatro


 
Em 20 de dezembro de 2013, J. K. Rowling anunciou que estava trabalhando em uma peça de teatro baseada em Harry Potter para a qual ela seria uma das produtoras. Em seu depoimento, a autora disse que a peça vai "explorar a história anterior dos primeiros anos de Harry como um órfão". Os produtores teatrais britânicos Sonia Friedman e Colin Callender seriam os co-produtores.
Em 26 de junho de 2015, no aniversário da estreia do primeiro livro, Rowling revelou via Twitter que a peça de teatro de Harry Potter seria chamada Harry Potter and the Cursed Child. A produção está prevista para abrir no verão de 2016 no Palace Theatre, em Londres.

Autora

 

J.K.Rowling

Joanne "Jo" Rowling também conhecida como J. K. Rowling, nome com o qual assina as suas obras, ou pelo seu nome de casada, Joanne Murray, é uma escritora britânica de ficção, autora dos sete livros da famosa e premiada série Harry Potter, do livro Morte Súbita e de três outros pequenos livros relacionados com Harry Potter.
 
Desde cedo a autora cultivava o gosto da leitura, e vários escritores despertaram na menina o desejo de ser uma escritora. Atendendo aos apelos de seus genitores, a criadora de Harry Potter cursou Língua e Literatura Francesa na Universidade de Exeter, ao invés do curso de língua inglesa que pretendia fazer. Após sua graduação, ela deu sequência à formação na capital francesa, aí permanecendo durante um ano. Voltando à Inglaterra, começou a trabalhar na Anistia Internacional em Londres, como secretária bilingue e investigadora. Ansiando por concretizar seu sonho de escrever, deixou o cargo e foi para Portugal no ano de 1991.
 
Neste país ela dava aulas de Inglês à tarde e à noite e, pela manhã, costumava escrever nas mesas dos cafés do Porto, cidade em que permaneceu por cinco anos. Neste ritmo ela deu início a sua trajetória literária, mais especificamente à criação de sua saga. Ela preservaria a rotina de escrever nos bares, mas seu livro, o primeiro Harry Potter, só foi concluído depois que ela se divorciou do marido, o português Jorge Arantes, e seguiu com sua primogênita para Edimburgo, na Escócia.
 
Foi uma longa jornada até que Harry Potter e a Pedra Filosofal fosse aceito pelo mercado editorial. A autora teve que realizar um ‘tour’ por diversas editoras, e em 1994 experimentou a miséria e um estado depressivo, até a Bloomsbury decidir lançar sua primeira obra como mais uma na galeria da literatura infantil. Quando enfim ele foi publicado, em junho de 1997, Joanne ministrava aulas de francês. O sucesso foi instantâneo, vieram os primeiros prêmios no campo dos livros para crianças. Ela conquistou até mesmo a premiação de Livro Infantil do Ano, concedido pelo British Book Awards.
 
Ao negociar seus direitos como autora para os Estados Unidos, por cento e cinco mil dólares, valor inigualável para uma escritora em início de carreira, ela pode deixar as aulas e se devotar integralmente ao restante da saga Harry Potter. Sua obra prosseguiu a trajetória ascendente, mantendo-se sempre nos primeiros lugares entre os livros mais vendidos, tanto na categoria infantil, quanto na adulta.
 
Os fãs cresceram a cada volume, especialmente quando a saga foi convertida para as telas dos cinemas, em 2001, ampliando ainda mais as vendas dos livros. A ansiedade dos leitores era tanta, que Rowling teve que ceder as suas pressões e antecipar o lançamento do segundo volume, Harry Potter e a Câmara Secreta, de setembro para junho de 1999.
 
A terceira parte, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, publicada neste mesmo ano, em setembro, conquistou ainda mais prêmios e um sucesso ainda maior. Em 2000 Rowling publicou Harry Potter e o Cálice de Fogo e negociou seus direitos literários com uma famosa empresa cinematográfica, cedendo assim os primeiros volumes para lançamento nos cinemas.
 
Depois vieram Harry Potter e a Ordem da Fênix, em 2003, Harry Potter e o Enigma do Príncipe, em 2005, e Harry Potter e as Relíquias da Morte, em 2007.  Hoje ela é a escritora mais rica e poderosa do Planeta, e pode assim converter sua fortuna no auxílio à luta contra enfermidades, a desigualdade e a miséria do mundo.
 
Em 2001 ela se casou novamente, com o anestesista Neil Michael Murray, com quem teve dois filhos, David e Mackenzie, além de Jessica, do primeiro matrimônio. Em fevereiro de 2009, ela obteve das mãos de Nicolas Sarkozy, presidente francês, a divisa de Cavaleiro da Ordem da Legião de Honra.
 

Curiosidades da Autora

- O nome de batismo da autora é apenas Joanne Rowling, sem nome do meio. Rowling é pronunciado /roulin/ e Joanne é pronunciado /Djouan/ ou /Djouein/. Na ocasião do lançamento do primeiro livro da série no Reino Unido, Harry Potter e a Pedra Filosofal, quando Christopher Little, agente literário da autora, e a Bloomsbury, sua editora, temendo que os garotos não leriam um livro escrito por uma mulher, pediram a Joanne que assinasse com as suas iniciais, não deixando transparecer que era uma mulher. Joanne pensou em J.Rowling, mas não atendia ao pedido de duas iniciais da editora e por fim acabou homenageando sua avó, Kathleen Ada Bulgen Rowling, para criar o nome J. K. Rowling.
 

Honrarias

Pelo seu trabalho artístico e beneficente, J. K. Rowling ganhou diversas homenagens e honras/ honrarias. As mais importantes são listadas a seguir:
  • Junho de 2000 - É nomeada pela Rainha Elizabeth como Officer of the British Empire, tornando-se Lady J. K. Rowling.
  • Julho de 2000 - Recebe o título de Dra. Honoris Causa em Letras pela Universidade de Exeter, onde estudara entre 1985 e 1987.
  • Setembro de 2000 - Um quadro de J. K. Rowling pintado por Stuart Pearson Wright ganha seu lugar na National Portrait Gallery em Londres.
  • Abril de 2006 - Um asteroide é descoberto pelo Dr. Mark Hammergren do planetário Adler, que, sendo fã de Harry Potter, dá-lhe o nome de 43844 Rowling.
  • Maio de 2006 - Um dinossauro da ordem Pachycephalosauria recebeu o nome de Dracorex hogwartsia, "Dragão Rei de Hogwarts" em homenagem a Hogwarts, criação de Rowling.[151]
  • Julho de 2006 - J. K. Rowling recebe o título de Dra. Honoris Causa em Direito pela Universidade de Aberdeen.
  • Julho de 2007 - J. K. Rowling recebe o Golden Blue Peter Badge, a maior honraria do programa Blue Peter. Ela já havia recebido a de prata, mas só ganharia a de ouro, lhe disseram, quando fizesse algo muito importante como salvar uma vida.
  • Outubro de 2007 - J. K. Rowling recebeu o prêmio Pride of Britain por inspirar mães solteiras e aspirantes a autores.
  • Outubro de 2007 - J. K. Rowling recebeu o prêmio Order of the Forest da Markets Initiative, uma organização canadense de proteção ao meio ambiente, pela impressão de Harry Potter e as Relíquias da Morte com papel reciclado.
  • Novembro de 2007 - J. K. Rowling vence o prêmio Entertainer of the Year da revista Entertainment Weekly.
  • Fevereiro de 2009 - Recebe de Nicolas Sarkozy, presidente da França, a insígnia de Cavaleiro da Ordem da Legião de Honra.
  • Rowling foi eleita pela Enciclopédia Britânica como uma das 300 mulheres que mudaram o mundo.

Prêmios e recordes

- Cinco meses depois de ter sido lançado, Harry Potter e a Pedra Filosofal ganhou o prêmio Nestlé Smarties Book Prize.

- Em fevereiro do ano seguinte, o romance ganhou o prestigiado British Book Award para Livro Infantil do Ano, e depois o Children’s Book Award.

- Em dezembro de 1999, o terceiro romance de Harry Potter, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, ganhou o Smarties Prize, fazendo com que J. K. Rowling se tornasse a primeira pessoa a ganhar o prêmio três vezes seguidas.

- Em 2001, Cálice de Fogo venceu o Prêmio Hugo de Melhor Romance, ocasião em que concorreu com o elogiado A Tormenta de Espadas, de George R. R. Martin. A autora abriu mão da disputa do prêmio com Harry Potter e o Cálice de Fogo, dando chance para outros livros ganharem.

- Em janeiro de 2002, o Prisioneiro de Azkaban ganhou mais um prêmio, o Whitbread Children’s Book of the Year Award, mas perdeu por pouco o Book of the Year Prize para a tradução do livro Beowulf, de Seamus Heaney. Curiosamente, Beowulf era uma das histórias preferidas de J.R.R.Tolkien, autor de O Senhor dos Anéis, livro muitas vezes tido como "rival" de Harry Potter. Tolkien costumava discuti-lo nas sociedades literárias que frequentava, The Inklings entre elas.

- Harry Potter e o Enigma do Príncipe entrou para o Livro dos Recordes com o título de Livro Vendido Mais Rápido da história. Em um dia o sexto livro vendeu mais cópias do que O Código da Vinci vendeu em um ano.

- Harry Potter e as Relíquias da Morte já quebrou recordes antes de seu lançamento. Em apenas 95 dias, as pré-vendas do livro superaram 1 milhão de cópias, de acordo com o site Amazon. Nos dez dias após seu lançamento, o livro vendeu 11,5 milhões de cópias.

- Recentemente foi feita uma pesquisa sobre os livros mais relidos, e a série Harry Potter ficou com o primeiro lugar da lista, que também inclui O Senhor dos Anéis e Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, escritora favorita de J. K. Rowling.

- Mais recentemente, o livro Os Contos de Beedle, o Bardo tornou-se o livro de venda mais rápida do ano de 2008, e destronou Stephenie Meyer, autora da "saga" Crepúsculo, do primeiro lugar na lista de mais vendidos.


Leitura de Cabeceira | Harry Potter Leitura de Cabeceira | Harry Potter Reviewed by Luara Moraes Leão on 25.11.15 Rating: 5

Nenhum comentário

Post AD