Header AD

Sériáticos: A grande surpresa que foi "iZombie"


Confesso que quando a CW anunciou iZombie para sua programação de 2015, fiquei um pouco receoso do que eles iriam fazer, na verdade eu acho que todos estávamos, mas assim como The Flash e Jane The Virgin, eles fizeram, desculpem o palavreado, mas uma puta série legal.

Acho que a CW teve uma época que estava viajando na maionese, mas agora a mão tá boa. As atuais séries do canal são muito boas, e sempre estão sendo comentadas por jornalistas, blogueiros, e a galera aqui do TPJ também! Sempre rola uma papo legal sobre Arrow ou The Flash, mas eu não estou aqui para falar dessas duas séries, nem sobre a The CW, especificamente, mas sim sobre o iZombie que surpreendeu todo mundo.

Olivia "Liv" Moore (Rose McIver) tinha bochechas rosadas, era disciplinada, médica residente com sua trajetória de vida completamente traçada... até a noite em que ela foi a uma festa que transformou-se, inesperadamente, em um frenesi zumbi. Agora, transformada em morta-viva, ela conseguiu um emprego no departamento legista para ter acesso aos cérebros de que deve se alimentar para manter sua humanidade. Mas, a cada cérebro que ela consome, ela herda a memória que nele habitava.

Como eu disse, a CW não tá viajando na maionese, mas a história da série é bem maluca, mas eles explicam tão direitinho, que a gente engole fácil!

O elenco da série conta com Rose McIver, a Tinker Bell de Once Upon a Time, tem também o Malcolm GoodwinRobert Buckley, que participou de One Tree HillRahul Kohli e David Anders.

O mais legal da série é que ela é meio policial, então o fator zumbi fica no segundo plano na maioria das vezes, então para a galera que não curte muita das pirações do mundo de hoje, deve gostar de iZombie pela a dosagem certa deste fator Zumbi.

Mas o fator zumbi, não é que nem The Walking Dead ou Resident Evil, é tipo os vampiros de Crepúsculo, mas bem mais legal. Ela é super pálida, e sim, ela come cérebro, mas o que é mais legal, que junto com o cérebro, ela absorve as lembranças da pessoa, mas especificamente os últimos dias da pessoa, e é aí que entra a parte policial,  ela ajuda o detetive Clive Babinaux a encontrar os assassinos, mas como ela ajuda? Ela dá uma de Raven Baxter de 'As Visões da Raven' e fala que tem visões misteriosas! No começo ele não acredita, mas ela começa a acertar as coisas, então quem iria duvidar!?
Ah, outra coisa que ela também absorve do cérebro, é a personalidade da pessoa morta, então ela já foi uma artista, uma pessoa muito sentimental, uma sem sentimento nenhum, uma aventurada, entre outras, é bem legal!



Pra quem não viu a série, o piloto basicamente mostra isso. Mas pra quem gostou e vai ver os próximos episódios, as coisas começam a melhorar mais ainda. Ela encontra o zumbi que transformou ela, e sim, ele tá vivo... ou meio vivo, e o cara é louco de pedra, quer ganhar dinheiro em cima de outros zumbis, que ele transformou, com restaurantes feito para zumbis e também vendendo coisas que eles necessitam! Fala se o cara não é esperto?!

No episódio mais recente parece que ela encontrou um par zumbi, então um romance deve ser introduzido na série, mas duvido que eles colocarão como primeiro plano.

Bom é isso, iZombie é muito bom, quem não viu, assista, que só viu o piloto, veja o resto, e quem tá vendo, continue!

Sériáticos: A grande surpresa que foi "iZombie" Sériáticos: A grande surpresa que foi "iZombie" Reviewed by José Kiko on 29.4.15 Rating: 5

Post AD