Header Ads

Entrevista: Conversamos com 'A Banda Mais Bonita da Cidade'

Leia a entrevista completa e exclusiva com A Banda Mais Bonita da Cidade!

Curitibanos. Música brasileira boa. Banda. Nome peculiar. Os mais bonitos. Acho que você já adivinhou de quem estamos falando. Batemos uma papo com o Vinícius Nisi, tecladista de A Banda Mais Bonita da Cidade. Conversamos sobre música, influências, "Oração" e muito mais por mensagem de voz e aqui está transcrito o que foi dito, caso você queira ouvir, clique aqui (breve).

TPJ: Primeiramente, obrigada por nos conceder essa entrevista. Como a banda começou? Vocês já se conheciam?
Vinícius Nisi: Primeiro, obrigado por chamar a gente. Então, quando a banda começou, a gente já se conhecia. A banda começou meio que como uma diversão, uma coisa que a gente tinha no tempo livre e tínhamos feito pouquíssimos shows antes de acontecer o vídeo de Oração. A gente era amigo de faculdade, tirando a Uyara (vocalista), que era uma amiga nossa que morava perto de casa. Ela é mais das Artes Cênicas, não tanto da área de música, como a gente que era amigo da faculdade.

TPJ: Quais são as maiores influências de vocês na música?
VN: Hoje em dia, nossas maiores influências são da música brasileira da década de 70 e música brasileira atual. Novos Baianos, Mutantes são coisas que a gente ouve bastante. Cícero, esse pessoal da nova MPB, que tem feito música independente, é um pessoal que a gente acompanha bastante. Também é legal falar como influência os compositores, porque a gente é uma banda intérprete, então, o que mais faz com a gente trabalhe são as músicas e esses compositores.

TPJ: Com quem seria a parceria dos sonhos?
VN: Nossa! Que pergunta difícil! (Risos) Acho que para cada integrante vai ter uma resposta diferente, mas, no atual momento, acho que seria o Caetano Veloso.

TPJ: Foi difícil entrar no mercado musical?
VN: Para a gente, foi uma coisa mais fácil, porque, quando 'estourou' o vídeo, a gente acabou tendo que lidar com muita coisa que a gente não imaginava, como a banda ser uma fonte de renda, ser uma profissão, uma carreira, porque antes não era. Então, eu acho que foi fácil, mas é difícil para as outras bandas, que têm um som autoral e não aconteceu essa coisa ao acaso, essa sorte que a gente teve, de ter um vídeo na internet que viralizou.

TPJ: Quem teve a ideia para o nome 'A Banda Mais Bonita da Cidade' e por quê?
VN: Então, esse nome fui eu que dei. Eu sugeri achando que o pessoal ia me xingar e acabou que todo mundo gostou. (Risos) Eu peguei esse nome por causa do livro do Buckowski, A Mulher Mais Linda da Cidade, que é um livro de contos dele. Eu achei que tinha a ver porque o nosso repertório da época - até hoje é um pouco - era bastante referência à literatura. Nossos compositores eram da área de literatura, do teatro e a maior parte eram pessoas de Curitiba, que estavam na cena artística curitibana e a gente estava querendo um nome que fosse uma homenagem, que tivesse alguma coisa a ver com isso.

TPJ: O último álbum de vocês foi lançado em 2013. Quais são as expectativas para o próximo álbum? Tem algo planejado para 2015 que os fãs possam esperar?
VN: Em 2014, a gente gravou nosso primeiro DVD, de forma independente. A gente correu atrás de tudo e foi uma grande conquista. Vamos lançá-lo no começo desse ano. Além disso, a gente vai começar a fazer o terceiro disco, que ainda não tem nome, mas já tem algum repertório selecionado e vamos lançar, talvez, até o fim do ano.



TPJ: Como surgiu a ideia do clipe de Oração?
VN: Foi uma coisa bem espontânea. A gente queria fazer um vídeo dessa música e estávamos na onda de fazer vídeo das coisas, de registrar as músicas ao vivo, fazendo quase que um clipe. E tivemos a ideia de fazer o vídeo de Oração, porque acontecia a coisa da repetição ao vivo e ela chamava para ser tocada. Não é uma música fácil de ser tocada em estúdio, porque depende de as pessoas estarem juntas, de as pessoas cantarem e, quando tivemos a ideia de fazer um vídeo para ela, foi de fazer um plano sequência em que a coisa vai acontecer naturalmente. E essa amiga nossa ofereceu a casa da amiga dela em Rio Negro, no interior do Paraná, e fomos todos para lá e gravamos vídeo lá. Foi uma loucura (risos).
Tecnologia do Blogger.