Header AD

Divergências com autora podem afastar diretora de '50 Tons de Cinza' das sequências


Parece que o clima entre a diretora de Cinquenta Tons de Cinza, Sam Taylor-Johnson e a autora do romance erótico E.L. James não está dos melhores, o que pode até levar Taylor-Johnson a desistir de dirigir as sequências já confirmadas.

Segundo o The Sun, durante a produção do primeiro filme, as duas tiveram vários conflitos por conta das cenas de sexo, já que James gostaria que a adaptação fosse tão “explícita” quanto o livro.

Elas se desprezam e culpam uma à outra pelos problemas com o filme, revelou a fonte.

Apesar do boato, a confirmação de duas sequências para o longa foi feita pela própria diretora durante a première do filme em Nova York. Saiba mais!

Cinquenta Tons de Cinza‘ é baseado na trilogia de livros de mesmo nome que hoje é um dos maiores fenômenos de venda com mais de 90 milhões de cópias em todo o mundo. A estudante de literatura Anastasia Steele é convocada para entrevistar o jovem empresário bilionário Christian Grey para a revista de sua faculdade, e logo o acha atraente, enigmático e intimidador. Convencida de que seu encontro correu mal, ela tenta tirar Grey de sua cabeça – até que ele começa a cortejá-la. O romance é inspirado nos personagens Edward e Bella, da ‘Saga Crepúsculo’.

O filme estreou na última quinta-feira (12) em 1.090 salas de cinemas em 200 cidades brasileiras.


Divergências com autora podem afastar diretora de '50 Tons de Cinza' das sequências Divergências com autora podem afastar diretora de '50 Tons de Cinza' das sequências Reviewed by Carol Bruneli on 18.2.15 Rating: 5

Nenhum comentário

Post AD