Header AD

Best of 2014: Os 10 melhores livros do ano


Olá, pessoal! 2014 já está no fim, portanto, estamos aqui para falar sobre os melhores do ano, nesse caso, os 10 livros merecedores de nota, em nenhuma ordem particular.

#1 Demi Lovato: 365 dias do ano, Demi Lovato

Está bem, eu sei que esse livro foi lançado no fim do ano passado, porém, se você seguiu a premissa dele, sabe que ele deveria estar sendo lido até agora, porque cada página é um dia do ano. Portanto, considerei esse livro como de 2014.

Título original: Staying Strong
Autor: Demi Lovato
Gênero: Biografia (?)/Memória
Editora: BestSeller
Páginas: 416
Sinopse da Editora: "Para a megaestrela Demi Lovato, a vida tem sido uma jornada - de conquistas impressionantes e perdas arrebatadoras. Cantora recordista de vendas, apresentadora de TV e atriz, ela enfrentou batalhas com a depressão e a dependência, tudo isso sem desistir de encontrar a felicidade e a si mesma. Demi compartilhou sua trajetória na mídia, nas letras de suas músicas e para seus 17 milhões de seguidores no Twitter. Esses tweets resultaram neste livro, uma obra em 365 insights honestos, esperançosos e impactantes. Aqui estão, nas próprias palavras de Demi, as citações que a inspiraram, assim como suas reflexões pessoais e seus objetivos. Demi Lovato: 365 dias do ano é para todos, em qualquer lugar, que precisem de conforto, inspiração e um motivo a cada dia para serem fortes em sua própria trajetória."

#2 Dias Perfeitos, Raphael Montes

Acho que nem preciso falar o sucesso de Montes fez com esse livro, que foi exportado e traduzido para várias línguas, além das inúmeras vendas no Brasil. Não li ainda, mas estou extremamente interessada e, na primeira oportunidade, lerei.

Título original: Dias Perfeitos
Autor: Raphael Montes
Gênero: Policial
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 278
Sinopse da Editora: "O protagonista do livro é Téo, um jovem e solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e dissecar cadáveres nas aulas de anatomia. Num churrasco a que vai com a mãe contrariado, Téo conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema. 
Clarice está escrevendo um road movie de nome “Dias perfeitos”. O texto ainda está cru, mas ela já sabe a história que quer contar: as desventuras de três amigas que viajam de carro pelo país em busca de experiências amorosas.
Téo fica viciado em Clarice: quer desvendar aquela menina diferente de todas que conheceu. Começa, então, a se aproximar de forma insistente. Diante das seguidas negativas, opta por uma atitude extrema: desfere um golpe na cabeça dela e, ato contínuo, sequestra a garota. 
Elabora então um plano para conquistá-la: coloca-a sedada no banco carona de seu carro e inicia uma viagem pelas estradas do Rio de Janeiro - a mesma viagem feita pelas personagens do roteiro de Clarice.
Passando por cenários oníricos, entre os quais um chalé em Teresópolis administrado por anões e uma praia deserta e paradisíaca em Ilha Grande, o casal estabelece uma rotina insólita: Téo a obriga a escrever a seu lado e está pronto para sedá-la ou prendê-la à menor tentativa de resistência. Clarice oscila entre momentos de desespero e resignação, nos quais corresponde aos delírios conjugais de seu sequestrador."


#3 Por que Indiana, João?, Danilo Leonardi

Todo mundo que acompanha meus posts sabe que sou fã do Danilo e do Cabine Literária, portanto, esse livro não poderia ficar de fora da minha lista dos melhores. 

Título original: Por que Indiana, João?
Autor: Danilo Leonardi
Gênero: Literatura Brasileira
Editora: Giz Editorial
Páginas: 208
Sinopse da Editora: "Você pode pensar que, aos quinze anos, João já deveria estar acostumado com provocações, apelidos e humilhações. Afinal, ele é um típico adolescente deslocado e tímido. Alvo perfeito para a ira dos valentões e para o desprezo das garotas. Mas sua vida muda completamente quando reage a um ataque de seu maior algoz. O golpe de sorte que derruba o valentão é gravado e vira hit na internet. João se vê finalmente admirado, respeitado e seguro. Mas tudo tem seu preço e João vai aprender qual o peso que suas escolhas podem ter não só sobre sua vida, mas sobre as vidas de todos ao seu redor. Por que Indiana, João? é o livro de estreia de Danilo Leonardi, e parte de uma história quase comum para falar sobre algo que não deveria ser tão comum assim e que faz parte da vida de muitos adolescentes, jovens e até de adultos – o bullying."

#4 Willow, Julia Hoban

Também não li ainda, mas estou morrendo de vontade. Desde que soube que seria lançado, tenho vontade de lê-lo, porém faltou tempo, mas a temática e o enredo me conquistaram.

Título original: Willow
Autor: Julia Hoban
Gênero: Romance
Editora: Leya
Páginas: 352
Sinopse da Editora: "Sete meses atrás, em uma noite chuvosa de março, os pais de Willow acabaram bebendo muito durante o jantar e pediram a ela que guiasse o carro até em casa. Por uma fatalidade, Willow perdeu o controle do veículo e seus pais morreram no acidente. Consumida pela culpa, Willow deixa para trás sua casa, amigos e escola e, enquanto tenta retomar a relação de afeto e companheirismo com o irmão mais velho, secretamente bloqueia a dor da perda cortando a si mesma. Mas quando Willow encontra Guy, um rapaz tão sensível e complexo quanto ela, mudanças intensas começam a acontecer, virando seu mundo de cabeça para baixo. Contado de modo cativante e doce, Willow é um romance inesquecível sobre a luta de uma jovem para lidar com a tragédia familiar e com o medo de se deixar viver uma linda história de amor e cumplicidade."

#5 O Dragão de Gelo, George R. R. Martin

Nunca li nenhum livro de Martin, mas, ainda mais do que As Crônicas de Gelo e Fogo, fiquei muito intrigada por esse, por se tratar de um livro infanto-juvenil.

Título original: The Ice Dragon
Autor: George R. R. Martin
Gênero: Literatura Juvenil
Editora: Leya
Páginas: 128
Sinopse da Editora: "O dragão de gelo era uma criatura lendária e temida, pois nenhum homem jamais havia domado um. Quando sobrevoava o mundo, deixava um rastro de frio desolador e terras congeladas. Mas Adara não tinha medo, pois ela era uma criança do inverno, nascida durante o frio mais intenso de que alguém tinha memória. Adara não se lembrava de quando viu o dragão de gelo pela primeira vez. Parecia que a criatura sempre estivera em sua vida, avistada de longe enquanto ela brincava na neve gelada durante muito tempo depois de as outras crianças terem fugido do frio. Aos quatro anos ela o tocou, e aos cinco montou no dorso imenso e gelado do dragão pela primeira vez. Então, aos sete anos, em um dia calmo de verão, dragões de fogo vindos do norte desceram sobre a fazenda pacífica que era o lar de Adara. E apenas uma criança do inverno - e o dragão de gelo que a amava - poderiam salvar o seu mundo da completa destruição. O dragão de gelo marca a muito esperada estreia de George R.R. Martin na literatura infantil. Com ilustrações fantásticas do aclamado artista Luis Royo, O dragão de gelo é uma história inesquecível de coragem, amor e sacrifício, escrita por um dos autores de fantasia mais celebrados de todos os tempos. Nasce um clássico!"

#6 Doutor Sono, Stephen King

Esse livro não poderia estar fora da lista dos melhores. Doutor Sono é a continuação de O Iluminado, clássico de Stephen King, que se tornou filme e virou grande sucesso mundial (sendo até citado na série Friends).

Título original: Doctor Sleep
Autor: Stephen King
Gênero: Terror
Editora: Objetiva
Páginas: 480
Sinopse da Editora: "Mais de trinta anos depois, Stephen King revela a seus leitores o que aconteceu a Danny Torrance, o garoto no centro de O iluminado, depois de sua terrível experiência no Overlook Hotel. Em Doutor Sono, King dá continuidade a essa história, contando a vida de Dan, agora um homem de meia-idade, e Abra Stone, uma menina de 12 anos com um grande poder.

Assombrado pelos habitantes do Overlook Hotel, onde passou um ano terrível de sua infância, Dan ficou à deriva por décadas, desesperado para se livrar do legado de alcoolismo e violência do pai. Finalmente, ele se instala em uma cidade de New Hampshire, onde encontra abrigo em uma comunidade do Alcoólicos Anônimos que o apoia e um emprego em uma casa de repouso, onde seu poder remanescente da iluminação fornece o conforto final para aqueles que estão morrendo. Ajudado por um gato que prevê a morte dos pacientes, ele se torna o “Doutor Sono”.
Então Dan conhece Abra Stone, uma menina com um dom espetacular, a iluminação mais forte que já se viu. Ela desperta os demônios de seu passado e Dan se vê envolvido em uma batalha pela alma e sobrevivência dela. Uma guerra épica entre o bem e o mal, uma sangrenta e gloriosa história que vai emocionar os milhões de fãs de O Iluminado e satisfazer os leitores deste novo clássico da obra de King."

#7 Put Some Farofa, Gregório Duvivier


O livro do comediante Gregório Divivier apresenta crônicas publicadas no jornal A Folha de São Paulo, cenas do Porta dos Fundos, além de textos inéditos.

Título original: Put Some Farofa
Autor:Gregório Divivier
Gênero: Contos e Crônicas
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 208
Sinopse da Editora: "Don’t repair the mess. The house is yours. I make question. Pardon anything. Go with god. Come back always. Publicada em julho de 2014, a crônica que dá título a este volume, que cria uma conversa imaginária entre um brasileiro e um gringo visitando o Brasil durante a Copa, rapidamente se tornou um viral de internet com mais de 230 mil compartilhamentos, até ser comentada em artigo do Washington Post
Trata-se de uma amostra da verve humorística - embebida de zeitgeist, crítica ferina e muito afeto - de Gregorio Duvivier, um dos autores mais inventivos e promissores do Brasil na atualidade. Reunindo o melhor de sua produção ficcional, Put some farofatraz textos publicados na Folha de S.Paulo e esquetes escritos para o canal Porta dos Fundos, além de alguns inéditos. 
Se Gregorio revela o raro dom da multiplicidade, tendo despontado no cenário cultural brasileiro ao mesmo tempo como ator, roteirista, comediante, cronista e poeta, também múltiplo é este volume, que transita entre ficções, memórias de infância, ensaios sobre artistas que o influenciaram, artigos de opinião, exercícios de estilo e experimentações sem fim. Os textos vão da pauta que está sendo debatida naquele dia no jornal ao completo nonsense; do lirismo ao humor escrachado; do íntimo ao universal.
No conjunto, o que espanta no autor é o frescor, a coragem, e, sobretudo, a capacidade inesgotável de se renovar a cada semana, contando sempre com a inteligência e a sensibilidade do leitor."


#8 O Irmão Alemão, Chico Buarque

Não preciso dizer nada. É o Chico.

Titulo original: O Irmão Alemão
Autor: Chico Buarque
Gênero: Romance
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 240
Sinopse da Editora: leia aqui.

#9 O Livro das Criaturas de Harry Potter, Jody Revensen

Qualquer livro relacionado a Harry Potter não poderia ficar de fora da lista, inclusive esse, por nos mostrar um pouco mais sobre os personagens não tão conhecidos da saga.

Título original: Harry Potter: The Creature Vault
Autor: Jody Revensen
Gênero: Entretenimento
Editora: Galera Record
Páginas: 208
Sinopse da Editora: "O livro das criaturas de Harry Potter mostra os detalhes da criação dos magníficos seres presentes na famosa série cinematográfica. A obra é recheada de perfis detalhados de cada criatura, raríssimas ilustrações, fotografias dos bastidores e segredos cinematográficos necessários para tirar os incríveis habitantes do mundo mágico de J.K. Rowling do papel."

#10 Cartas Extraordinárias, Vários Autores

Extraordinárias, nesse caso, não é uma hipérbole. As cartas desse livro tratam dos mais diversos assuntos, desde receitas da realeza britânicas a famosas cartas de suicídio.

Título original: Letters Of Note
Autor: Vários. Organização: Shaun Usher
Gênero: Biografias e Memórias
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 368
Sinopse da Editora: "Do comovente bilhete suicida de Virginia Woolf à receita que a rainha Elizabeth II enviou ao presidente americano Eisenhower; do pedido especial que Fidel Castro, aos catorze anos, faz a Franklin D. Roosevelt à carta em que Gandhi suplica a Hitler que tenha calma; e da bela carta em que Iggy Pop dá conselhos a uma fã atormentada ao genial pedido de emprego de Leonardo da Vinci - Cartas extraordinárias é uma celebração do poder da correspondência escrita, que captura o humor, a seriedade e o brilhantismo que fazem parte da vida de todos nós.
Esta coletânea de mais de 125 cartas oferece um olhar inédito sobre os eventos e as pessoas notáveis da nossa história. O livro reproduz a maior parte dos fac-símiles das missivas, com sua transcrição e uma breve contextualização, além de ser ricamente ilustrado com fotografias e documentos. A engenhosa organização de Shaun Usher cria uma experiência de leitura que proporciona muitas descobertas, e cada nova página traz uma bela surpresa para o leitor. Não apenas um deleite literário, mas também um livro-presente inesquecível. Inclui cartas de: Zelda Fitzgerald, Dostoiévski, Amelia Earhart, Charles Darwin, Albert Einstein, Elvis Presley, Dorothy Parker, John F. Kennedy, Charles Dickens, Katharine Hepburn, Mick Jagger, Steve Martin, Emily Dickinson e muito mais."

E é isso, por hoje! Esperamos que tenham gostado e que ano que vem venham muitos livros bons! Feliz Natal e ótimo ano novo!
Best of 2014: Os 10 melhores livros do ano Best of 2014: Os 10 melhores livros do ano Reviewed by Carolina Soares on 21.12.14 Rating: 5

Nenhum comentário

Post AD