Header AD

Literaturando: Romantismo


Olá, pessoas! Hoje falaremos de uma das mais famosas escolas literárias mundiais: o Romantismo!

1) Contexto histórico
Após a tomada do poder pela burguesia na Revolução Francesa, o público da arte mudou. E, para cativar esse novo público, a arte começou a ser feita da burguesia para ela mesma. No século XIX, a prosa foi supervalorizada e é, portanto, a forma mais usada nesse movimento. Foi criado em oposição ao Neoclassicismo, sendo seu oposto completo.

2) Características gerais
As principais características dessa escola literária podem ser reunidas na frase: "o sentimento contra a razão". Como foi criado para se opor ao Arcadismo, suas peculiaridades são passionalidade, subjetivismo, egocentrismo, exagero. É ainda triste, melancólico, sentimental e emotivo, não somente relacionado ao amor. O homem romântico é conflituoso e idealizador, o que faz com que ele se depare constantemente com a dicotomia Sonho x Realidade.
Uma das mais famosas características do Romantismo é o escapismo, o qual consiste na 'válvula de escape' para as decepções da vida. Esta pode ser bebida, drogas, viagens, natureza, sonhos, volta à infância e, a mais a famosa, a morte.
Diferentemente do Arcadismo, no Romantismo, a paisagem é parte da cena, ela reflete o interior das personagens.
Mais características são: liberdade temática (não se fala apenas sobre deuses greco-romanos, por exemplo); mundo maniqueísta (divisão entre bem e mal); emoção estética (a emoção causada é mais importante do que a arte em si).
Um tipo de poesia muito comum era a Poesia Spleen, de Lord Byron, considerada a poesia do tédio, da não adaptação à vida e à sociedade, o que causava a dor e a vontade de morrer.

3) Romantismo em Portugal
Em Portugal, o Romantismo teve três fases: 1ª - Nacionalista/Medievalista, que visava o retorno ao passado histórico da nação, no qual esta foi próspera e importante, tendo como herói nacional o cavaleiro medieval. Principais autores; Almeida Garrett, Alexandre Herculano e Antônio Feliciano de Castilho. 2ª - Ultrarromântica, na qual o romantismo foi mais intenso, com exagero do exagero antes apresentado. A presença da morte se intensifica. Principal autor: Camilo Castelo Branco. 3ª - Novelas de Costumes, que consistia na diluição das características românticas, sendo chamada de Pré-Realismo. Principal autor: Júlio Diniz.

4) Romantismo no Brasil
No Brasil, o Romantismo também teve três fases: 1ª - Nacionalista/Indianista, que consistia em glorificar a pátria recém-independente, usando o índio como herói nacional, porém as características apresentadas pelos índios foram adotadas da literatura europeia. Principal poeta: Gonçalves Dias.
2ª - Ultrarromântica, que teve as mesmas características portuguesas, com o exagero exagerado das peculiaridades românticas. Principal poeta: Álvares de Azevedo.
3ª - Condoreira, a qual se focava nas causas sociais, como abolição da escravatura e proclamação da república; possui esse nome por conta de pregar a liberdade, considerada poesia de palanque; pode também ser chamada de Hugoana (Victor Hugo). Principal poeta: Castro Alves.
Literaturando: Romantismo Literaturando: Romantismo Reviewed by Carolina Soares on 4.11.14 Rating: 5

Nenhum comentário

Post AD